sexta-feira, 6 de abril de 2012

Contra infidelidade, salário de indonésios é repassado a esposas

Intenção de autoridades de Garontalo é evitar os casos extraconjugais. Homens não são capazes de se controlar se têm muito dinheiro, diz governo.

 As autoridades de uma província indonésia depositam a partir de agora o salário de seus funcionários na conta de suas esposas, com o objetivo de lutar contra a infidelidade de seus maridos, informaram nesta sexta-feira (2) fontes policiais.
 "Os homens em geral não são capazes de se controlar se têm muito dinheiro com eles", explicou Rifly Katili, porta-voz das autoridades de Gorontalo, nas Célebes do Norte, uma província do nordeste da Indonésia.





 "Estou convencido de que (esta medida) vai eliminar qualquer possibilidade de uma aventura extraconjugal", acrescentou para justificar a decisão da região de depositar o salário de seus 3.200 funcionários homens na conta de suas esposas.
 A iniciativa foi instaurada na base do voluntariado, e cerca de 90% dos funcionários aceitaram a proposta, indicou o porta-voz.
 A medida também é consequência da queixa de várias esposas que indicavam não saber quanto seus maridos ganhavam, explicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário